RSS

A CÉLULA MÃE, AS MÃES E O NÚCLEO

11 maio

A CÉLULA MÃE, AS MÃES E O NÚCLEO

LOMBINHO NA MANTEIGA E BETERRABA COZIDA COM VINHO E SUCO DE LARANJA

 

Muitos são os momentos em que a palavra “mãe” é utilizada como referência daquilo que se tem como guia, controle, decisões… Quem não assistiu ou ouviu falar que os extraterrestres iriam invadir a terra e que a Nave-Mãe estava controlando todo o ataque, uma célula mãe? Até para explicar o que não sabemos, no caso seres extra-planetários, a palavra “mãe” aparece para indicar que aquele exército estará seguro em seguir os comandos de sua “mãe”. Ora, quem não voltou pra casa correndo sabendo que tinha extrapolado o horário e que a sua mãe (neste caso a chefe, a gerente da casa) estava te esperando para aplicar as mais sérias sanções por você, você mesmo, ter pisado na bola ao descumprir o horário de se apresentar naquele lapso correto. Como sempre… elas controlam tudo e tem razão sempre, sempre o núcleo da questão.

O que não podemos esquecer é que todo esse controle materno é algo que, pelo menos eu, nunca vi ser tão forte em toda a natureza. Alguns explicam como instinto, outros explicam como divino, mas eu prefiro entender como AMOR, simples, o AMOR DE MÃE. Porque não criar uma explicação só para elas, as mulheres de nossas vidas? Com certeza seria bem mais fácil de entender e explicar que aquele sentimento só a mãe pode ter. Existem várias formas de mães: as protetoras, as super-protetoras, e as mega-power-ultra-dominadoras (caso raro, mas existe). Independentemente da classificação da sua mãe saiba que ela sempre vai te amar de uma forma que não adianta você tentar entender, apenas saiba que é AMOR DE MÃE e pronto. Escutou menino???? Haaaaaaannnnnn (disse Dona Amanda – minha mãe – não vou classificá-la por motivos protetivos e precaução própria).

Para a receita de hoje busquei elementos que fossem fortes, dignos o bastante para representar um super-herói. Foi então que recordei daquelas sopas vermelhas e das palavras maternas explicando que a sopinha do dia era vermelha, especial e dava muita força!!! Com o tempo a sopinha foi acabando e a beterraba passava a fazer parte do prato normal e forçado do dia-a-dia. Mas a beterraba não está aqui apenas pelo esforço das nossas mães em exigir que engolíssemos tal legume da “força”. A beterraba também está aqui por ter um alto nível de ferro, substância necessária para poder alimentar os super-heróis do dia, as mães. No caso em questão, a beterraba que iremos preparar hoje terá um toque gourmet, um toque doce e delicado; acompanhada de um lombinho maravilhoso. Com vocês, direto da sala de jantar daqueles que se desesperaram com a sopa vermelha da força, do mais alto nível de amor inconseqüente e eloqüente, dos sentimentos mais profundos e inexplicáveis, dos gritos e broncas fundadas no amor, a Beterraba Cozida no Vinho com Suco de Laranja e Lombinho. 

INGREDIENTES:

150g de lombinho

1 folha de louro

1/4 de cebola 

1 colher de sobremesa de pimenta do reino

sal

1 copo de vinho branco seco

1 colher de sopa de açucar

1 copo de suco de laranja

1 beterraba média

1 folha de louro

1 colher de sopa de manteiga

 

PREPARO DA CARNE

– Bata em um liquidificador os seguintes ingredientes: cebola, 1/2 copo de vinho, pitada de sal, louro e a pimenta do reino moída. Após bater no liquidificador, espalhe esse tempero na carne e deixe marinando no mínimo por 30 minutos. 

– Em uma frigideira coloque a manteiga e tempere a carne com o sal e frite até dourar.

PREPARO DA BETERRABA

– Coloque a beterraba em uma panela de pressão com o açúcar, 1/2 copo de vinho, 1 copo de água e uma pitada de sal. Caso necessário coloque mais água e cozinhe por mais 30 minutos

– Após os 30 minutos de cozimento, separe a beterraba e adicione o suco de laranja ao caldo e deixe ferver sem pressão por 1 minuto para formar a calda. Para finalizar passe a calda por uma peneira e sirva.

* AGRADECIMENTO ESPECIAL À DONA MARILÉA SBAMPATO DE OLIVEIRA, MÃE DA BORINHA, PELO LINDO PRATO EM DESTAQUE NA FOTO DA RECEITA PARA O DIA DAS MÃES.

Bom apetite, 

Gabriel Rogerio – gabrielrogerio.wordpress.com

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 11/05/2012 em Uncategorized

 

2 Respostas para “A CÉLULA MÃE, AS MÃES E O NÚCLEO

  1. Deborah

    13/05/2012 at 7:07 PM

    AE!!! ADORAMOS!!! Conte conosco! Beijos!!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: